O América Futebol Clube foi fundado em 14 de julho de 1915, na residência do juiz Joaquim Homem de Siqueira, situada na Rua Vigário Bartolomeu. Seu primeiro presidente foi o amazonense radicado em Natal, Francisco Lopes de Freitas. Curioso saber que as cores iniciais do time eram o azul e o branco, e não o vermelho e o branco atuais.

A oficialização jurídica do clube tem uma história curiosa. Sobre isto, existe uma versão que diz que o então Coronel Júlio Canavarro de Negreiros Melo, no dia 3 de junho de 1918, furou a única bola que o clube tinha para treinar e jogar, tendo sido o América obrigado a possuir personalidade jurídica para poder entrar com uma ação indenizatória. Para tanto, os Estatutos foram registrados pela primeira vez no dia 3 de julho de 1918, no Primeiro Ofício de Notas, em documento assinado pelo então presidente Oswaldo da Costa Pereira.

 
        Os jogadores do América eram provenientes do bairro da Cidade Alta. Nos seus primeiros sete anos de existência, os recursos financeiros do clube vinham em grande parte do bolso de Aguinaldo Tinôco, um dos seus fundadores e que também era zagueiro e capitão do time.

O primeiro título americano veio em 1919. Foi o primeiro campeonato de futebol promovido pela Liga de Desportos Terrestres no estado. Três anos mais tarde, o clube conquistou seu segundo troféu e em 1926, abriu o caminho para o primeiro bicampeonato da competição. Na década de 50, a equipe alvirrubra repetiu o bom desempenho em competições estaduais, conquistando o bicampeonato em mais duas ocasiões: 1951, 1952 e 1956, 1957.

Nos anos 70 a equipe natalense marcou presença em campeonatos brasileiros. Em 1973, ganhou o troféu Norte-Nordeste, também conhecido como Taça Almir. Neste mesmo ano, disputando a primeira divisão do brasileiro, ficou em 25º lugar, dentre os 40 times que disputavam a competição. A partir de 1979, o clube iniciou a sua maior série de vitórias no campeonato estadual, sendo tetracampeão.

O América voltou a ser notícia no cenário do futebol brasileiro, nos anos 90. Em 1996, Liderado pelo habilidoso meia Moura, a equipe do Rio Grande do Norte conquistou o vice-campeonato nacional da segunda divisão, estando no ano seguinte entre os principais clubes do Brasil. Em mais uma demonstração de força, a equipe potiguar venceu a Copa do Nordeste de 1998, derrotando o Vitória-BA na final por 3 a 1.

No ano 2000 o time chegou às quartas de final da Copa do Brasil, desclassificando entre outras equipes o Sport, em plena Ilha do Retiro.

O amargo descenso de 2004 à Série C culminou numa ascensão meteórica, jamais vista no futebol brasileiro. Após conseguir o acesso para a Série B em 2005, o América fez uma grande campanha em 2006 e ficou em quarto lugar, posição que o garantiu no Brasileirão de 2007.

     
               
        CLIQUE AQUI PARA OUVIR O HINO DO AMÉRICA      
       

UNIFORME ATUAL

     

MASCOTE

     
               

 


                       

Volta à página inicial.