Palmeira demite treinador após confirmar rebaixamento para 2ª Divisão do Estadual

O Palmeira tem três jogos para se despedir da elite do Campeonato Potiguar após seis temporadas na disputa. O time de Goianinha, cidade distante 58 km de Natal, foi rebaixado para a Segunda Divisão do próximo ano e agora terá que cumprir tabela no torneio. A demissão do técnico foi definida após reunião com a diretoria alviverde nesta segunda-feira (28) e a escolha do novo comandante ocorrerá nos próximos dias.

Após sofrer uma goleada por 7 a 0 para o América, na última rodada, o descenso foi selado e o técnico Marcos Ferrari demitido pelo clube. O paulista estava no comando do Verdão do Agreste, como o clube é conhecido, desde o início do campeonato. Antes da goleada para o time da capital, a equipe do interior colecionava três pontos após 10 jogos disputados.

Com tom de tristeza, o presidente do clube, Cláudio Freire, conhecido como Cal, justifica a demissão do treinador que deixa o Palmeira com apenas 9% de aproveitamento. “Marcos Ferrari já sai para evitar despesas. Vamos definir uma pessoa que já integra a comissão técnica para treinar a equipe”.

O corte nas despesas surge como uma possibilidade de alívio aos cofres do clube que chegou até a ameaçar não disputar o campeonato por ausência de recursos financeiros. Mesmo assim, diferente do Corintians e do Santa Cruz, que desistiram pelos mesmos motivos, o Palmeira conseguiu fazer parcerias com investidores e montar sua equipe para o torneio.

Depois de toda a persistência, Cal é curto sobre a queda do Palmeira. “Vejo com tristeza. Estamos pagando o preço pela falta de condição. Colocamos a equipe para disputar o Estadual sabendo que poderia dá errado, como deu”, frisa.

Neste ano, o Verdão do Agreste não contou com seu principal patrocinador das temporadas anteriores – a Prefeitura de Goianinha. “Ficou muito difícil quando perdemos o apoio da prefeitura que teve que investir em outros setores num momento de queda de arrecadação. Sou vereador na cidade e eu mesmo reconheci que estava complicado para que nos apoiassem”, declara.

Sobre a Segunda Divisão em 2017, o presidente promete um esforço para garantir a presença do clube na competição, mas não garante o Palmeira na disputa. “Espero que a gente consiga”.

Para se despedir da elite do futebol do estado, o Palmeira ainda enfrentará o ASSU, no próximo domingo (3), e depois enfrentará o Baraúnas até seu último compromisso: contra o Globo – único time que conseguiu vencer neste ano.

Retrospecto de premonição

Os anos passados pareciam demonstrar que o rebaixamento do Palmeira se aproximava. O time só não lutou contra o descenso justamente na estreia no Campeonato Potiguar, em 2011, quando de modo surpreendente terminou o torneio na quarta posição. Em 2012, a equipe já encerrou sua participação na oitava colocação.

Em 2013 e 2014, o clube escapou por muito pouco e foi eliminado da competição ainda na primeira fase. No ano passado, a equipe de Goianinha voltou a encerrar o torneio na oitava posição. Neste ano, o rebaixamento vem com uma vitória em 11 jogos. Foram 32 gols sofridos enquanto que a equipe marcou apenas oito gols – saldo negativo de 24 tentos.

fonte: Portal no ar.com, 28 de março de 2016.

   
         
         
         
         
         
   

Palmeira-RN surpreende o Globo FC e vence o primeiro jogo no estadual

O Palmeira-RN surpreendeu o Globo FC, em Goianinha, e conseguiu a primeira vitória no Campeonato Potiguar. Os gols do Verdão foram marcados pelo atacante Santa Cruz, aos 16 minutos do primeiro tempo e aos cinco do segundo tempo. O time de Ceará-Mirim ainda diminuiu com Romarinho, de pênalti, aos 40 minutos do segundo tempo.

Mesmo com o resultado, o Globo FC se classifica à final do primeiro turno na segunda colocação. A Águia termina o primeiro turno com 14 pontos, empatado com o Potiguar de Mossoró, mas com um saldo de gols maior que o adversário - sete contra cinco. A decisão contra o América-RN, que bateu o Baraúnas por 2 a 0, será no próximo domingo, em jogo único, na Arena das Dunas. O Palmeira-RN termina o turno na lanterna, com apenas três pontos.

fonte: Globo Esporte.com, 21 de fevereiro de 2016.

   
         
         
         
         
         
   

Campeão mundial pelo Corinthians-SP é dispensado pelo Palmeira

O principal reforço do Palmeira passou como um cometa no clube de Goianinha. O lateral-direito Índio – campeão mundial de clubes pelo Corinthians-SP, em 2000 – não vestirá mais a camisa alviverde. O motivo? Problemas na documentação com o Cambé-PR – time ao qual pertence o jogador.

“Ele (Índio) pediu um prazo para resolver problemas com o ex-clube e também pediu tempo para se preparar para jogar. Mas, não temos tempo para isso”, afirmou o presidente do Palmeira, Cláudio Freire.

A vinda de Índio para o Palmeira foi possível graças a uma parceria do clube com um investidor que banca grande parte do elenco alviverde. A expectativa da diretoria era de que a imagem do atleta contribuísse para o marketing palmeirense.

Índio não atuou na estreia da equipe de Goianinha no Campeonato Potiguar com derrota por 2 a 1 para o ABC. O lateral nem mesmo esteve relacionado para o banco de reservas. A próxima partida do time no torneio ocorrerá na próxima quarta-feira (27) contra o Potiguar de Mossoró.

fonte: Globo Esporte.com, 24 de janeiro de 2016.

   
         
         
         
         
         
   

Campeão mundial com o Corinthians em 2000 acerta o Palmeira

O Palmeira-RN anunciou um reforço de peso para a disputa do Campeonato Potiguar 2016. O lateral-direito Índio, titular na conquista do Mundial de Clubes da Fifa em 2000 pelo Corinthians, será o dono da camisa 2 do clube de Goianinha, que fica a 60 km de Natal. Com a camisa do Timão, ele também foi campeão paulista em 1998, e bicampeão brasileiro em 1998 e 1999. Seu último clube foi o Cambé, na terceira divisão do Campeonato Paranaense, onde trabalhou com o técnico Marcos Ferrari. O jogador de 36 anos já chegou ao Rio Grande do Norte.

- Ele chegou hoje (terça-feira), às 13h. O pessoal de São Paulo que está ajudando a gente, mandando atletas e treinador, contratou ele. É um atleta de 36 anos, mas a gente vê pelo lado bom. Vai ajudar a gente a conseguir patrocínios. É um cara experiente, conquistou praticamente tudo o que disputou, tem muitos títulos, é rodado. É uma aquisição que vai ajudar muito - disse o presidente do clube, Cláudio José Freire, o Cal.

Índio vestia a camisa 2 do Corinthians campeão do Mundial de Clubes da Fifa em 2000 (Foto: Agência Estado)

Ainda segundo Cal, Índio deve começar a treinar na quinta-feira e terá poucos dias de preparação até o primeiro jogo. A participação dele na estreia do estadual ainda é incerta. O Palmeira-RN abre o Campeonato Potiguar no dia 23, contra o ABC, no Estádio Frasqueirão.

- Ele deve começar a treinar na quinta-feira. Já vem com os exames médicos feitos e com contrato assinado, tudo certo. Aí o treinador vai avaliar junto com o preparador físico se ele participa do jogo. Uma estreia como essa, o tempo que ele puder ser utilizado é bom usar porque é experiente, tem bagagem e pode ajudar - informou.

Além de Corinthians, José Sátiro do Nascimento, o Índio, tem no currículo passagens por Goiás, Vitória e Remo, além de ter jogado na Grécia, Coreia do Sul e Peru. O presidente Cal conta que a expectativa do Palmeira-RN é surpreender na competição. Ano passado, o Verdão brigou para não cair, mas espera fazer diferente em 2016.

- A gente está trabalhando caladinho aqui. As pessoas não estão sabendo de muita coisa, mas vamos aguardar pelo dia da estreia. Aí as pessoas vão ver o elenco que montamos para fazer um grande campeonato. É uma estreia difícil, jogar contra o ABC ainda mais fora de casa, mas ninguém pode escolher adversário - finalizou.

fonte: Globo Esporte.com, 12 de janeiro de 2016.

   
         
         
         
         
         
   

Palmeira-RN goleia o União Mogi em sua estreia na Copa São Paulo

O Palmeira-RN não se intimidou com o fato de estar jogando na casa do União Mogi e estreou com vitória na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Neste domingo, a equipe da cidade de Goianinha goleou o anfitrião do Grupo 24 do torneio por 4 a 0. no Estádio Francisco Ribeiro Nogueira, o Nogueirão, em Mogi das Cruzes. Os gols do time potiguar foram marcados por Naftaly, Yago, Elvis e Lenílson.

Palmeira-RN venceu o União Mogi neste domingo pela Copa São Paulo de Juniores (Foto: Nicholas Modesto)

A próxima rodada do grupo será disputada na terça-feira. Às 17h, o União Mogi enfrenta o RB Brasil, enquanto o Palmeira entra em campo às 19h para enfrentar o Flamengo. Ambos os jogos acontecem no Nogueirão, sede de todas as partidas da chave.

O jogo

Mesmo jogando no estádio do adversário, o Palmeira fez uma pressão inicial e não demorou para abrir o placar. Aos 7 minutos, Naftaly cobrou falta na área. Louis, goleiro do União, tentou agarrar, mas acabou falhando. A equipe da casa foi atrás do empate e apostava principalmente nas jogadas com o lateral-esquerdo Brilhante, mas tinha dificuldades para infiltrar na defesa adversária.

A primeira real chance do União Mogi aconteceu apenas aos 43 minutos, quando Pará partiu em velocidade no contra-ataque e lançou para José Victor. O atacante, porém, chutou por cima do gol. Dessa forma, o primeiro tempo terminou com vitória por 1 a 0 do Palmeira.

No segundo tempo, o time do Rio Grande do Norte aproveitou para ampliar sua vantagem. Aos 15 minutos, Capacete marcou o segundo do Palmeira. A equipe comandada pelo técnico João Mário praticamente liquidou a partida com o gol de Elvis, aos 36 minutos. O responsável por dar números finais ao placar foi Lenílson, aos 47, decretando a vitória do Palmeira por 4 a 0.

fonte: Globo Esporte.com, 04 de janeiro de 2016.

   
         
         
   

                  Notícias Anteriores

                   


Clique no escudo do seu time

ABC ALECRIM AMÉRICA RN

ASSU BARAÚNAS CORINTIANS DE CAICÓ

CURRAIS NOVOS E C FORÇA E LUZ GLOBO F C
PALMEIRA DE GOIANINHAPOTIGUARPOTYGUAR

SANTA CRUZ SANTA CRUZ DE NATAL

   
         

 


                           

Volta à página inicial.